12 de setembro de 2008

Céu de Cisnes Negros

O improvável está debaixo do nosso nariz, mas, não enxergamos. Ou não queremos enxergar? Algo inesperado, com grande impacto, acontece e depois de acontecer, procuramos dar uma explicação para que o evento pareça menos aleatório e o mais previsível. A mente procura elucidar.
Observamos pouco, imitamos muito e entramos nas armadilhas da fragilidade de nosso conhecimento.
O autor, Nassim Nicholas Taleb, dá exemplos históricos de acontecimentos impensáveis - mas eram mesmo? As idéias do autor mostram que estamos na corrente oposta do extremo, do desconhecido e do improvável. Por isso, temos medo? O medo de Zygmut Baumann? Nesse terreno obscuro, a primeira aproximação é entender as diferenças entre “Extremistão” e “Mediocristão”, os territóri0s obscuros da contemporaneidade. Um Extremistão onde predomina o “escalável” um Mediocristão “não-escalável”.
Achei interessante pois ele elucida com exemplos históricos conhecidos, sugere experimentos que podemos fazer durante a leitura, mostra de forma clara como o ser humano opera a máquina da mente, tudo isso sem mistérios. A descoberta mais interessante foi a de que nós, humanos, necessitamos de narrativas...adentre o livro e descubra mais sobre esse ponto. Você não vai se arrepender, garanto.
Se você leitor, tiver mais algum comentário, envie e compartilhe conosco as suas observações. Para mais infomações, acesse o link.
Ficha Técnica
A Lógica do Cisne Negro - o impacto do altamente improvável - Gerenciando o desconhecido
Tradução: Marcelo Schild
Editora Best Seller
2008

Nenhum comentário: