31 de janeiro de 2009

A Contínua Revolução dos Livros

Lector in Fabula publicou, em novembro de 2008, o post falando sobre as novas formas de livro, dentre elas o kindle. Para saber mais, clique Coisas Interessantes Acontecem no Mundo dos Livros? Sim!
Saiu nesta semana no O Globo:
A Revolução Digital dos Livros O Globo - 29/01/2009
Por André Miranda
A afirmação de que os livros físicos vão acabar é encarada como catastrófica por uns, exagerada por outros, mas tem um caráter emblemático quando sua fonte é simplesmente uma das maiores livrarias do mundo. Depois de sacudir o mercado com o lançamento do e-book Kindle, há pouco mais de um ano, a empresa americana de comércio virtual Amazon aposta que é uma questão de tempo para que os livros virtuais substituam inteiramente o papel. “Algumas pessoas podem querer manter seus livros físicos por um valor emocional, assim como alguns fazem com os discos de vinil. Mas nossa previsão é de que as próximas gerações lerão exclusivamente no formato digital“, disse Cinthia Portugal, relações públicas da Amazon, em entrevista ao Globo. Tanto otimismo da Amazon nesta, digamos, “Revolução Digital dos Livros“, deve-se à aceitação do Kindle nos EUA. O aparelho é um e-book do tamanho de um livro pequeno, mas com menos de dois centímetros de espessura. Nele, podem ser armazenados mais de 200 obras ao mesmo tempo, entre as 225 mil disponíveis. O Kindle também possui um teclado, possibilitando que se faça anotações como num bloco, ou que se marque alguma página do livro virtual. A Amazon não divulga números de venda, mas acredita-se que a procura por seu e-book, ao preço de US$ 359, tenha extrapolado suas previsões no Natal e esvaziado seus estoques.

2 comentários:

Euzinha, mudando a Vida! disse...

Olá Nélida, enfim tenho posts novos, inclusive o que estava te devendo. Passa por lá!

Ah, tenho uma dica, que tal perdas direcionadas na confraria dos 50???
Pensei em fazermos uma rodada de livros no grupo, assim poderemos incentivar o debate sobre os livros. o que você acha?

Beijo!

Silvestre Gavinha disse...

Nélida,
Muito legal esse teu post e o que nele está linkado também.
Esse Kindle parece-me mesmo genial. Principalmente para ser levado em viagens e passeios.
Sou daquelas que não vai a lugar nenhum sem um livro (mesmo!)
Mas confesso que também sou daquelas que tem uma relação de apego físico/sensorial/ possessivo com os livros e que lamentaria muito que eles realmente acabessem.
Acho que não viverei para isso. Espero.
Marie