17 de janeiro de 2009

Escreve, Ouve e Vê traz "mais um livro pra conta"

Mais um pra conta
(Texto de Roseana Franco Saraiva na íntegra)
Finalizei a leitura do livro da Tati Bernardi - "tô com vontade de uma coisa que eu não sei o que é". não é um romance, são contos todos urbanos, falando da mulher moderna, seus desejos, seus pensamentos. basicamente o que ela trata em todos os textos é sobre sexo, desejo e relação com seus parceiros. bom, ao menos no primeiro plano esse é o assunto dos contos. no segundo plano, no plano de fundo, aparece toda a carência feminina, a tristeza e solidão dos encontros.me senti próxima dela. não pelos encontros com homens e na busca pelo sexo, já estou fora do mercado há 10 anos, acredito e prezo pela fidelidade. mas, é similar o sentimento de abandono quando fazemos, damos ou esperamos o que o outro não pode nos dar. tenho a mania de esperar que os ditos amigos, sejam quem não são. desejo sempre que me amem, com a intensidade que eu quero me amar... será que eu consigo me amar como eu quero que eles me amem?pra finalizar, uma frase de um de seus contos:
"... Eu fiquei numa tristeza sem fim. Depois pensei que a gente só odeia quem a gente ama. E fiquei feliz. Pode me xingar quanto você quiser desde que isso signifique que você ainda gosta um pouquinho de mim."
Comentário de Adriana Falcão disponível no site de Tati Bernardi:
Mulher que escreve sobre mulher, gente moderna que fala coisa de gente moderna, otimistas que pretendem melhorar a nossa vida (e/ou a deles), pessimistas que fazem piada sobre a condição humana, e por aí vai. As páginas de papel e as telas de computador estão lotadas de textos que tecem comentários a respeito do mundo em que vivemos. Tati Bernardi comenta esses nossos dias de hoje com uma graça espantosa, uma generosa capacidade de rir de si mesma, um olhar que consegue enxergar vários pontos de vista, e um estilo forte e atrevido, além do extremo bom gosto. Vai muito além da “moça que escreve bem sobre o seu tempo.” … diferente. Tati é uma escritora e isso fica muito claro em cada idéia, cada imagem, na ousadia, no ritmo, na sonoridade, na forma. Às vezes, sua sinceridade é tão desconcertante que a gente fica pensando se quem fala é ela, ou um personagem: “...eu sou um pouco mais estranha do que ser estranha permite. Sou estranha além do charme de ser estranha.” Seja ela, seja um personagem, essa menina estranha chega lá no miolo das nossas doidices, manifesta nossos sentimentos mais secretos e escreve bem pra caramba. Bem vinda ao mundo das palavras que provocam a gente, Tati.

8 comentários:

Henryhh disse...

Oi Nelida e amigos(as). Conheci um pouco da obra da Tati por aqui na comunidade dos blogs. Como falei em algum lugar por aqui, sou novato nesse mundo e tenho feito descobertas fantásticas. Uma bela descoberta é esse mesmo blog, o "Lector in Fabula" da Nelida e o projeto "Confraria dos 50" que achei sensacional, outra é o conjunto de coisas diferentes (bem, tem muito lixo tbm sim...) e a diversidade de coisas que descobrimos garimpando aqui e ali e por último, a descoberta da complexidade da mente feminina, e procuro não falar pela simplicidade masculina mas, inegável é, a dificuldade de entendimento que temos das mulheres. E as obras da Tati, assim como a de muitas, muitas, muitas e muitas outras mulheres que colocam seus sentimentos mais complexos sob forma de textos, contos, poesias e sentimentos. Só registro sim a dificuldade que temos em entender isso tudo e nossa simplicidade em visualizar um relacionamento (simples).

Nelida Capela disse...

Henryhh, que comentário bacana!Acho que os livros ensinam muita coisa, afinal, são escritos por nós, homens e mulheres em busca de compreensão mútua. As dificuldades fazem parte do caminho, do desafio.

Henryhh disse...

Nelida, vamos entrar nessa brincadeira? : http://henryhh2008.blogspot.com/2009/01/seis-coisas-sobre-mim.html

vida cotidiana disse...

Li esse livro ano passado, e gostei muito é um leitura aberta, cheia de interpretações, depende do momento. Deixei um comentário, sobre a participação na confraria dos 50 livros. Gostaria de usar a figura da divugação no meu blog e linkar você, tudo bem?

Chris disse...

Olá Nelida, prazer conhecer aqui seu espaço e diga-se de passagem que desafio maravilhoso, poder lermos 50 livros pra nos fazermos melhores, em 2009. To topando e linkando no meu cantinho o selo.
Já estou no segundo, faltam só 48. rs
Mas vou amar, ainda mais poder haver troca e tudo aqui, um clube de livros entre blogueiros, muito legal.

Ontem me motivei e comprei o terceiro da minha lista a ler, esse negócio de leitura e ainda mais com o termo desafio, me dá borboletas na barriga, adquiri Orgulho e Preconceito, estou lendo atualmente O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón, e em breve, conto os detalhes dele

Beijinhos

Nelida Capela disse...

Vida Cotidiana: obrigada pela visita! Seja bem-vinda ao Lector in Fabula. Fique à vontade para divulgar e participar da campanha de incentivo à leitura - Desafio 50 Livros 2009. Se desejar, envie comentários sobre as suas leituras também. Abraço, Nélida.

Nelida Capela disse...

Chris: Obrigada pela visita e seja bem-vinda ao Lector in Fabula.Obrigada por divulgar da campanha de incentivo à leitura - Desafio 50 Livros 2009. Participe, envie seus comentários e impressões de leitura. Fiz um post sobre o Jogo do Anjo. Li e gostei muito.É um livro mais pesado do que A Sombra do Evento, ma igualmente genial. Abraço, Nélida.

Nelida Capela disse...

Henryhh: Aceito o Meme. Vou colocar aqui no Lector in Fabula nesta semana. Pode deixar. Qualquer dúvida, grito por Socorro, ok?!