22 de janeiro de 2009

Fragmentos de Leitura da Cidade de Ladrões

Leitores, este livro é muito bom. Acredito que hoje à noite encerro a leitura. Um escritor e um menino cuja missão, para sobreviver, é...não posso contar. Sendo que a estória está sendo escrita por um outro escritor, em outro tempo, a partir das memórias de um sobrevivente. Uma matroschka literária. Os personagens passam pelos horrores da guerra e levam-nos com eles, tão expecional é a narrativa de David Benioff (tudo bem que ele é roteirista de cinema, se não me engano do Caçador de Pipas, Tróia, X-Men). Não terminei, mas já vou recomendando. Misteriosamente este livro tinha que ter furado a fila mesmo. Mas não é assim mesmo? Livros que pulam de estantes, que aparecem perdidos, que aparecem em nossa mesa, que aparecem mencionados em e-mails. Mistérios dos livros.
Diz Kolya, o escritor:
O Talento dever ser uma amante fanática.Ela é linda; quando você está com ela, as pessoas olham, elas reparam. Mas ela bate à sua porta em horas estranhas e desaparece por longos períodos de tempo, e não tem paciência para outras partes de sua esxistência: sua esposa, seus filhos, seus amigos. Ela é a noite mais emocionante de sua vida, mas um dia ela vai abandoná-lo para sempre. Certa noite, depois de ter desaparecido durante anos, você a verá de braço dado com um homem mais jovem, e ela fingirá não reconhecê-lo. (p. 185)

Nenhum comentário: