21 de janeiro de 2009

Há livros que furam a fila...A Cidade de Ladrões

Acontece de um livro que estava na fila, ou não como foi o caso deste, passar a frente de todos os outros que estão programados para leitura. É um movimento curioso e interessante. Estava na casa da mãe da Rosana Sanchez, minha amiga de vida, quando de repente, pulou da mesa o Cidade de Ladrões. Li as orelhas..."Posso levar emprestado?". "Pode". Comecei a lê-lo ontem. São memórias do cerco à cidade de Leningrado, Rússia, feito pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. O livro foi lançado recentemente, perto do Natal. Creio não tê-lo visto ainda mencionado nos jornais, isso acontece muito, pois a quantidade de lançamentos é maior do que a de suplementos que podem anunciá-los. Por isso a importância de blogs como o Lector in Fabula, para que o leitor possa ter conhecimento de livros lançados e que não tem espaço para aparecer. Tentamos, na medida do nosso possível, ler o que aparece de mais interessante e trazer para as páginas virtuais desta grande rede.
Um fragmento: "As almas bravias que sobreviviam inverno após inverno na Sibéria possuíam algo que eu não tinha, uma grande fé em algum destino esplêndido, fosse o Reino de Deus ou sua justiça, ou a promessa distante de vingança." (p. 29)
Para ler um trecho do livro, entre no site da editora Alfaguara

5 comentários:

vida cotidiana disse...

Maravilhoso, esse livro está na minha lista de próximos, será que ele vai furar fila aqui também?

Nelida Capela disse...

Depois me conta se ele furou ou não a fila.

guilhermina disse...

Nélida,

Andei ausente de nossos encontros virtuais. Minha casa foi invadida por demandas alheias e o tempo me foi roubado,mas cá estou eu de volta e já retomo nossos encontros confessando-me "louca" com tanta oferta de letras. Pareço aquelas crianças diante das gôndolas de brinquedos, agarrando um e outro sem saber qual escolher. Bj Guilhermina

Nelida Capela disse...

Senti falta de você, Guilhermina! Que bom que estais de volta!

Zandali disse...

entendo... por culpa da paula, chocolat furou fila! hehehe

beijos