22 de janeiro de 2009

Novidades: Twitteratura

Nem todo mundo sabe o que é Twitter, nem que o espaço reduzido de caracteres(140 para ser precisa) tornou-se um desafio à criatividade de toda a gente. Já há até uma premiação para esse tipo de escritor. Na verdade, vejo a Twitteratura como uma releitura do haikai(Haiku ou Haicai), forma poética de origem japonesa que valoriza a concisão e a objetividade. Os poemas consistem em três linhas, contendo na primeira e na última cinco letras e sete letras na segunda linha. Bushô (1644-1694) foi o principal reprsentante desse gênero, e que se dedicou a fazer desse tipo de poesia uma prática espiritual. Olha aí a influência japonesa no ocidente. Na lista ao lado, Mar de Histórias, os leitores já podem encontrar o link direto para o blog Twitteratura e para o Shorty Awards. Como ferramenta de informação e comunicação, acho o Twitter fantástico, estou descobrindo muita gente interessante nessa rede. Visite o blog da Cynara Navarro e leia, é bem interessante e há vários autores escrevendo textos de qualidade. Isso me lembra os contos de Alberto Moravia. Em três páginas, esse escritor italiano era capaz de descrever um filme. Impossível não imaginar cena a cena e não se envolver com a narrativa. Aliás, esse tipo de narrativa concisa é típica de alguns escritores japoneses, italianos e nórdicos. Acho de uma genialidade, cofesso. Usar poucas linhas para dizer tanta coisa...

4 comentários:

Silvestre Gavinha disse...

Pois é. Eu sei o que é Twytter. Até escrevo lá de vez em quando. Já coloquei alguns seguidos. E tenho 1 ou dois seguidores. Mas tenho que confessar. Não tenho a menor idéia de como funciona direito.
Escrevo lá de vez em quando e leio o que me aparece no e-mail. Ai, ai, ai... problema de DNA, como dizem minhas pacientes (data de nascimento antiga). Não vim com chip para essas coisas. Meu filho vive me censurando.
Confesso aqui. Por que adoraria acessar estes testículos e utilizar melhor esse gadget.
Adorei a idéia de Twitteratura. Aí tá outro problema meu. Concisão demais. Hihi.
Adorei teu blog. Já te coloquei na lista dos acompanhados.
Abraço
Marie

Nelida Capela disse...

Seja bem-vinda Marie!

Silvestre Gavinha disse...

Nelida,
Brigadinha pela recepção, aqui.
Estou postando aqui o comentário que postei em outro post teu e que concerne à Confraria dos 50.
Acho que você não o viu.
Então:
Nélida,
Cheguei aqui hoje partindo do Chéri à Paris, que acompanho.
Gostei do teu comentário e vim ver teu blog principalmente por conta do Twitteratura, e do "Mar de Histórias"daí adorei o nome do teu blog e linkei direto.
Encontrei isso aqui e adorei essa idéia também. Posso entrar???? Não tenho certeza absoluta de conseguir. Faço milhares de coisas e corro literalmente o tempo todo. Tenho uma mania horrível de ler varios livros ao mesmo tempo e agora peguei esse vício delicioso de ler blogs. Mas adoraria estar na confraria. Posso???
Fico aguardando sua resposta. Vi que não és a "dona" da idéia mas como foi aqui que cheguei ...
Marie

Espero teu pode para entrar no desafio propriamente.
Estou lendo dois livros:
Dizer adeus - de Mayrant Gallo e Leila Diniz - Uma Revolução na Praia - de Joaquim Ferreira dos Santos.

Nelida Capela disse...

Silvestre Gavinha:
Não vi o outro comentário não. Seja bem-vindo à Confraria dos 50. Por favor, leias os posts anteriores para entender como está acontecendo a campanha. Qualquer dúvida, envie e-mail para nelida_capela@yahoo.com