4 de fevereiro de 2009

Isso é Coisa de Lilly indica o 4º livro de 2009

A Pedra da Benção
Editora Nova Era
(546 páginas)
Qual é a relação entre: Mulher Alta, um dos primeiros humanos a habitar o mundo, a 100 mil anos na África; Laliari uma mulher do Oriente Próximo, a 35 mil anos; Avram, um menino de 16 anos, que vivia no vale do rio Jordão a 10 mil anos; Amélia, uma cristã nova que morou em Roma em 64 D.C; Madre Winifred, uma prioresa de um pobre convento na Inglaterra no ano 1022; Katharina Bauer, uma órfã à procura de sua família, na Alemanha em 1520; Brigitte Bellafontaine, uma fazendeira que morava na Ilha de Martinica em 1720; Mathew Lively, um agente funerário que cruzou o oeste americano em 1848? Todas estas pessoas tiveram suas vidas modificadas pela presença da Pedra da Benção, um lindo cristal azul que caiu na terra a 3 milhões de anos. Para cada uma destas pessoas, a pedra serviu de amuleto de fertilidade, poder, fé , beleza, oráculo.
O que eu achei muito interessante é que a escritora, ao contar a saga de cada um dos personagens, nos transporta àquela data e local através de uma pesquisa profunda de cada época descrita. Ao cessar aquela narrativa, uma outra começa , uma nova saga de uma outra estirpe ou raça, novamente a descrição com riqueza de detalhes. Eu levava um susto ao ser transportada de uma época à outra, e cada uma era pintada com cores e cenas fortes. Imaginei a Sra. Amélia coberta de sedas e usando o valioso colar de cristal, que havia pertencido a uma rainha adúltera, e que o marido a obrigava a usar para que ela se lembrasse sempre do adultério cometido. Um colar que ela odiava pois a expunha ao público como adúltera e que quando abraçou a nova fé, passou a ostentar com orgulho, pois via ali dentro da gema Jesus de braços abertos. Aliás, isso também é importante: cada pessoa via na pedra da Benção o que buscava.
Este é o tipo de livro que você lê sem parar e quando vai chegando ao final fica “economizando” para não acabar.
A minha opinião é que todas as pessoas que estão na jornada dos 50 livros vão ficar com vontade de ler A Pedra da Benção.
(Texto de Lilly na íntegra)

Um comentário:

Nelida Capela disse...

As recomendações de leitura da Confraria dos 50 são maravilhosas! A gente acaba descobrindo autores que não conhecia. Isso é uma surpresa boa!