31 de março de 2009

Para quem gosta de livrarias

Quem gosta de livros e de frequentar livrarias – as físicas, não as virtuais – vai se empolgar com este Pequeno guia histórico das livrarias brasileiras (Ateliê Editorial, 264 pp., R$ 46), de Ubiratan Machado. Um passeio de três séculos e meio pela história das livrarias brasileiras, com direito a visita guiada a 100 das maiores lojas de livros do País, em todos os tempos e regiões. Nem é preciso preparar as pernas. As pernas do espírito vão gostar de saltar através de épocas e estados, do Colégio dos Jesuítas, no Rio de Janeiro, primeiro ponto de vendas de livros do País, às livrarias moderninhas, com café, computador, vitrines chamativas, tardes e noites de autógrafos. Entre estes extremos, se desenrola uma história vitoriosa, por vezes áspera, de superação de obstáculos e até de enfrentamento político, de choque com a censura, de violência sofrida por livreiros como Evaristo da Veiga, Ênio Silveira e Raimundo Jinkings.
Fonte: PublishNews

4 comentários:

A DONA DO MUNDO disse...

FAZ MESMO MUITO TEMPO QUE NÃO VOU A UMA LIVRARIA E ME DISTRAIO POR LÁ, UNS 5 ANOS, DEPOIS DOS PEQUENOS LIVRO SÓMESMO PELA INTERNET E OLHE LÁ...
UM BEIJO
ESTOU GOSTANDO MUITO DE LER SEU BLOG

Nelida Capela disse...

Quando puder, vá até uma livraria. É muito bom, o ar, o espírito, os livros, as pessoas. É sempre uma experiência! Bm-vinda ao Lector in Fabula!

Zandali disse...

oi Nelida,
obrigada pelo carinho sempre!
adorei a idéia de um encontro em paraty! vamos combinando!!!
abraços

Nelida Capela disse...

Também gostei da possibilidade. Vou começar a planejar.