1 de março de 2009

Sua Resposta Vale Um Milhão

Assisti hoje o filme Quem quer ser um milionário (Slumdog Millionaire), adaptação do livro Sua Resposta Vale Um Milhão. Recomendo. O filme é forte! Mostra uma Índia bem diferente da "Índia para Turista", mostra o fenômeno da "Sociedade do Espetáculo", mostra o "Circo Eletrônico" da televisão, entre outras tantas coisas da sociedade moderna e da sociedade moderna indiana. O filme mereceu as premiações do Oscar.
Agora deu vontade de ler o livro.
Abaixo, leia a sinopse da Companhia das Letras, que lançou o romance em 2006.
Sua resposta vale um bilhão, romance de estréia do diplomata indiano Vikas Swarup, é uma narrativa à maneira das Mil e uma noites, com uma história central em que um personagem conta histórias para outro. O contador de histórias aqui é Ram Mohammad Thomas, um garçom de dezoito anos que ganhou um bilhão de rupias - o maior prêmio de todos os tempos - num programa televisivo de perguntas e respostas. Os organizadores do concurso, inadimplentes, se recusam a pagar o prêmio. Alegam que um garoto inculto como Ram não poderia conhecer as respostas, e o entregam à polícia para que ele seja torturado e confesse a fraude. Salvo por uma advogada, Ram terá de contar a ela a história de sua vida. Cada episódio explica como ele ficou sabendo coisas como o significado da inscrição "INRI", que aparece nos crucifixos, e qual a maior condecoração por bravura concedida pelas forças armadas indianas. Unificadas pela presença do protagonista, herói picaresco que sempre acaba se saindo bem, graças a uma combinação de esperteza e sorte, as narrativas são ora cômicas, ora trágicas e apresentam um rico panorama da Índia contemporânea, onde passado e presente, miséria e opulência, religiosidade e comercialismo, ternura e violência se misturam.

Um comentário:

Sonia-mae dos reguilas disse...

olá eu li este livro-aind anao vi o filme -li-o em uma semana e adorei aqui o nome é "quem quer ser biliolário"-descobri o seu blog através da mulher elastica e estoua gostar bastante