25 de abril de 2009

Lygia Fagundes Telles e Beatriz Milhazes

Assim que ingressei na PUC-Rio, na faculdade de Letras, a primeira escritora que conheci foi Lygia Fagundes Telles, que visitava a universidade para falar do livro recém lançado à época - A Estrutura da Bolha de Sabão. Quem me apresentou a ela foi meu querido professor, orientador e amigo Gilberto Mendonça Teles. Confesso que me apaixonei pela obra de Lygia e devorei todos os seus livros - me ensinaram muito sobre a natureza do ser humano. Lygia consegue em sua obra descrever os mistérios mais íntimos de nós. Lygia foi publicada pela Jose Olympio, depois pela Nova Fronteira, foi para a Rocco e agora chega à Companhia das Letras. E foi recebida de forma muito especial, com tratamento VIP eu diria, com as capas de seus livros feitas por Beatriz Milhazes. Fotografei as belas peças de arte que chegaram à vitrine, ornando a Comissão de Frente da Livraria Timbre. Convido a todos a passarem lá e conferirem in loco. Parabéns para Lygia e parabéns para a Companhia das Letras por mais este trabalho de qualidade.

Um comentário:

Tatiane Ricci disse...

Vi este livro na livraria,que me chamou muito atenção pelo fato de ter a capa com imagens de quadros da Beatriz Milhazes e ser uma literatura da Lígia Fagundes Telles, alguém já leu esta obra para comentar sobre, pois adoro esta autora...

Gostei do Blog, e já sou seguidora.
Um abração.