17 de maio de 2009

Talhos e Retalhos indica seu 3º livro de 2009

Eu confesso que sempre desejei conhecer alguém que tivesse lido este livro para me contar um pouco do que se trata. O Desafio 50 Livros 2009 e os(as) associados(as) da Confraria dos 50 têm me permitido essa sorte: conhecer novos autores e tantos outros livros fantásticos, além de estar em contato com leitores interessantes. Obrigada a todos os participantes que aqui compartilham suas leituras.
Texto de Keila Vieira na íntegra:
O que sabemos sobre a Patagônia? Talvez que é um lugar da Argentina seja o normal de se responder. Mas, não é apenas uma área, mas também um lugar cru com um acesso complicadíssimo. Em nosso país vizinho, mas ir para a Patagônia não é apenas dizer vou para Buenos Aires ou para Mendonza. Alguns argentinos me explicaram como chegar até lá e são horas de ônibus em estradas não muito pavimentadas, além da grande volta que é necessária. Não é simples, porque o acesso não se dá por qualquer ponto, ali há regiões desérticas, geleiras, lagos esverdeados, picos e uma vegetação incomum. Na Patagônia, não é um livro apenas sobre um lugar, é sobre o seu autor também. Bruce Chatwin, pouco conhecido no Brasil, trabalhou como jornalista para Sunday Times Magazine e isso lhe deu um grande apuro para narração e também viagens. Porém, sua questão com a Argentina é completamento pessoal. Já que Chatwin cresceu sob a o encanto de um objeto de decoração que a sua avó guardava: a pele cabeluda de um dinossauro encontrado na Patagônia. Apesar de após a publicação do livro muitos que foram entrevistados negaram a veracidade da história, o autor se tornou um exemplo para os futuros jornalistas de viagem. Eu acredito que todas as narrativas literárias, mesmo que jornalísticas, vivem com um pouco de ficção, mesmo uma pequena pitada. E ainda, das pessoas da Patagônia a gente reconhece muito do jeito do ser tão brasileiro.
+ Ali no Clube da Leitura há um trecho disponível.
Lector in Fabula acrescenta: o Clube da Leitura é uma iniciativa do sebo Baratos da Ribeiro, que fica em Copacabana, no Rio de Janeiro. Parabéns ao meu querido Maurício pelo sucesso da iniciativa. Sugiro aos leitores do Lector uma visita real ao sebo e aos eventos que lá acontecem e uma visita virtual ao Clube da Leitura.

Nenhum comentário: