19 de novembro de 2009

Elizabeth Kostova Foundation

Há muito tempo atrás, o que eu lia de histórias de vampiro eram os romances de Bram Stoker e Anne Rice. Ambos, escritores hábeis que encantavam o público a cada diferente período da cultura humana. E não me venham dizer que histórias de vampiro fazem parte da baixa ou da alta cultura - termos discutidos na academia há muitos anos atrás...ou ainda hoje discutem isso? Quem mais recentemente me encantou com uma boa história de vampiro foi Elizabeth Kostova, com o romance O Historiador, lançado no Brasil em 2005 pela editora Suma de Letras. Escrevi sobre ele quando o li. O romance é um mix de Anne Rice com Umberto Eco, uma leitura deliciosa, com suspense e muito cultura da europa oriental. É também uma viagem ao Egito, à Turquia, à Hungria, Bulgaria. Um livro bem escrito, bem traduzido, que liderou a lista dos mais vendidos do The New York Time por 16 semanas, além de ter seus direitos comprados pela Sony. Eu ainda não li Stephenie Meyer e também não assisti aos filmes. Ainda não deu tempo. Mas, lembrada do romance por Carolina Pinho, aproveito a ocasião dos vampiros para indicar a leitura de O Historiador. Elizabeth Kostova, além de dar aulas e ser autora deste romance, é também responsável por uma fundação que apóia iniciativas literárias, traduções e autores búlgaros. Conheça a Elizabeth Kostova Foundation.

Um comentário:

Érika dos Anjos disse...

Atualmente, livros sobre vampiros que são bem escritos são difíceis de achar. Esse O Historiador eu ainda não conhecia, mas se foi bem recomendado, vale a pena dar uma olhada.
Como você, ainda não li a saga de Stephenie Meyer (mas o farei, certamente) e não posso opinar sobre o assunto!