24 de janeiro de 2010

Leitura de uma tacada só: A Estrada

A Estrada, publicado no Brasil pela editora Alfaguara, em 2008, é o romance que deu a Cormac McCarthy o famoso e respeitado Prêmio Pulitzer, na edição de 2006. O romance foi adaptado para o cinema, mas eu ainda não assisti. Após a leitura relâmpago, fiquei com muita vontade de ver o filme. Abaixo você poderá ver o trailer. A narrativa, quase apocalíptica, se passa num futuro devastado. Não sabemos o ano, nem o que acontece à humanidade e ao planeta. Isso pouco importa. Sobre o planeta, pouca coisa resta. O pó turva a esperança dos seres ainda viventes. O frio mata qualquer possibilidade de renascimento. Pai e filho vagam pela estrada, donos do nada, num destino incerto. A certeza reside apenas na fé que os personagens guardam para a vida e nos laços que unem pai e filho. Nunca tinha lido este autor americano e digo que a prosa de McCarthy é excelente, precisa, madura. A Estrada é um romance sobre a fragilidade da humanidade em ruínas. É também um romance sobre a esperança. Li o livro em 3 janelas de leitura, ou seja, simplesmente não conseguia soltá-lo. Oficialmente, é o primeiro livro lido de 2010. E continuamos o Desafio 50 Livros.

Um comentário:

glduro_marieloupe disse...

Já peguei, olhei, folheei, guardei este livro dúzias de vezes... da próxima vez vou olhar com mais atenção!

marieloupe