18 de fevereiro de 2010

Sempre acreditei no poder transformador da leitura

"Aquele livro me deu a força necessária para enfrentar a virada decisiva de minha vida, aceitar que eu não era mais o mesmo, suportar sê-lo com meus amigos que não compartilhavam o que eu pensava e que tive que enfrentar para defender minha nova maneira de ver a vida..." O depoimento de um jovem morador de um dos bairros mais pobres de Bogotá, na Colômbia, é apenas um entre as dezenas de testemunhos sobre a importância da literatura — tomada aqui num sentido amplo, que inclui histórias em quadrinhos e relatos orais, além dos gêneros tradicionais da poesia, do conto e do romance — na formação do sujeito, e o papel que ela desempenha em contextos de crise.
A Arte de Ler, de Michèle Petit, editado pela Editora 34.

Um comentário:

Braun disse...

Fiz postagem no meu blog (disponível em http://bit.ly/cej0nn ) com uma entrevista recente de Michèle Petit, além de trazer mais conteúdos sobre os pensamentos da autora. Dê uma olhadinha, caso queira...

Até mais!