8 de março de 2010

Esvaziando a Prateleira indica a leitura de Horizonte Perdido, de James Hilton

Horizonte Perdido é um dos livros que sempre quis ler, mas nunca criei a oportunidade para fazê-lo. Assisti o filme, que me encantou profundamente. Aproveito o post de Mom, do blog Esvaziando a Prateleira, associado à Confraria dos 50, para relembrar desta dívida de leitura que tenho com a minha vida. Uma outra dívida que tinha era Sidarta, de Herman Hesse - felizmente já fiz a leitura e releitura neste últimos anos.
Então, segue abaixo o post de Mom na íntegra. Aproveito para dar um Feliz Aniversário atrasado para Mom - foi em 5 de março.
Lindo livro, que li diversas vezes, até o dia em que o emprestei e ele, magoado, não voltou mais...Um avião cai em um lugar isolado, no meio de uma cadeia de montanhas nevadas, de acesso quase impossível, que guarda um verdadeiro paraíso: Shangri-Lá, uma cidade linda, agradável, com clima ameno, onde as pessoas vivem muitos anos, de forma sossegada e todos são felizes (todos?!?). Muito bom. Reflete bem um sentimento bem comum entre nós, humanos, de que há um lugar onde se pode encontrar a felicidade. Acho que é a saudade do Éden que se mantém em todos nós. Já vi duas adaptações para o cinema: a de 1973, colorida, na forma de musical e a de 1937, do Capra, em preto e branco, ambas muito boas, fiéis ao livro. Leia sim, é muito bom. Os filmes também valem a pena.

Um comentário:

Mom disse...

Você é realmente uma fofa! Grandes Beijos!