20 de março de 2011

Literatura Abreviada por Enrique Vila-Matas

Adoro esse escritor catalão que em seus romances sempre privilegia a história do escritor e como esta influencia o seu oficio.Leia o resumo da editora Cosac Naify:

A história  conta a ensandecida trajetória de um grupo de intelectuais, pintores e escritores que, em 1924, decidem fundar uma sociedade secreta. Conhecidos como portáteis ou shandys – uma homenagem ao Tristram Shandy, de Laurence Sterne – o grupo, seletíssimo e obscuro, tem entre seus ideais o amor à escrita como diversão, o espírito inovador e a autoria de obras que pudessem caber facilmente em uma maleta. O projeto gráfico da edição acompanha a identidade visual da coleção, porém em formato especial, de bolso, num tributo aos shandys do autor. Em 2011, a Cosac Naify também lança Dublinesca, romance mais recente de Vila-Matas, inédito no Brasil.

Nenhum comentário: