10 de julho de 2012

Quadrilha de Drummond na Flipinha

O recém-criado CIL - Centro Internacional do Livro - realizou durante a FLIP 2012 uma iniciativa interessante e bem-sucedida: a Quadrilha Drummond. Na programação da Flipinha, na Praça da Matriz, foram colocadas bandeirinhas de São João com dois poemas de Carlos Drummond de Andrade, Quadrilha e No meio do caminho. Os dois poemas foram expostos em bandeirinhas no idioma original e traduzidos em diversos idiomas: inglês, espanhol, tcheco, dinamarquês, búlgaro. As crianças adoraram e participaram lendo o poema em português enquanto tradutores leram no idioma traduzido. A inciativa foi tão boa que saiu nas páginas do jornal O Globo e da Revista Vida Simples. Essa foi uma homenagem criativa e de grande alcance, afinal, é de criança que se aprende poesia. Em destaque, poema traduzido por Elisabeth Bishop e Emanuel Brasil na década de 70. Emanuel Brasil, com quem tive a oportunidade de trabalhar, foi editor da revista Poesia Sempre, da Biblioteca Nacional, durante a presidência de Afonso Romano de Sant'Anna.

Nenhum comentário: